Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/08/21 às 12h16 - Atualizado em 23/08/21 às 15h23

Fungos Investigação – Candida auris

 Agravos

Infecção Fúngica


  Cadastro TrakCare

Fungos, Cultura


  Cadastro LabTrak

F002


  Método

Cultivo em meios específicos com identificação por espectrometria de massa


  Status de Realização

Exame sendo realizado


 Critérios de encaminhamento de amostras

Laboratórios das unidades hospitalares do Distrito Federal que NÃO possuem testes de identificação de leveduras e que isolarem leveduras provenientes de sangue, urina, cateteres vasculares, lavado broncoalveolar, abscessos intracavitários e secreção de ferida cirúrgica devem enviar o isolado fúngico (cepa) ao LACEN-DF.

 

Laboratórios das unidades hospitalares do Distrito Federal que POSSUEM testes de identificação de leveduras (Microscan, Phoenix, Vitek 2, API 20AUX, API 32ID, RapidID Yeast Plus, Auxacolor) e que identifiquem algumas das espécies abaixo ou outras leveduras incomuns devem enviar o isolado fúngico (cepa) ao LACEN-DF.

 

Microscan: Candida famata, Candida lusitaniae, Candida parapsilosis, Candida guilliermondii
Phoenix: Candida haemulonii, Candida guilliermondii
Vitek 2: Candida haemulonii, Candida famata, Candida duobushaemulonii, Candida lusitaniae
API 20AUX: Rhodotorula glutinis, Saccharomyces cerevisiae, Candida sake
API 32ID: Candida intermedia, Saccharomyces cerevisiae, Candida sake
RapidID Yeast Plus: Candida parapsilosis
Auxacolor: Saccharomyces cerevisiae


  Amostra/quantidade

Amostra: Isolado fúngico ou cepa em meio de cultura sólido (Ágar Sangue ou Ágar Chocolate ou Chromagar Candida ou ou Ágar Mueller Hinton ou Ágar Sabouraud) obtidos de sangue, urina, cateter vasculares, lavado broncoalveolar, abscessos intracavitários e secreção de ferida cirúrgica
Quantidade: 1 placa ou 1 tubo


  Acondicionamento para o envio das amostras

Amostra: Isolado fúngico ou cepa em meio de cultura sólido (Ágar Sangue ou Ágar Chocolate ou Chromagar Candida ou Ágar Mueller Hinton ou Ágar Sabouraud)
Acondicionamento: Placa ou tubo
Condições para o envio: Prazo – após detecção de crescimento fúngico, enviar em 48 horas.
.                                           Conservação – Temperatura ambiente

 

*** Recomendação: vedar a placa ou tubo com fita adesiva ou parafilm


  Período de coleta

A coleta deve ser feita antes do início da terapia específica (antifúngico)


  Documentação específica

Formulário de Notificação de casos de Candida auris em Serviços de Saúde


  Prazo de liberação

3 a 5 dias – Cultura com desenvolvimento de fungos com crescimento rápido (< 7 dias)


  Critérios de Rejeição de amostra

Recipientes trincados ou quebrados;
Recipiente com sinal de vazamento;
Recipiente sem identificação;
Amostras acondicionadas em recipientes inadequados;
Amostra conservada em temperatura inadequada;
Identificação incorreta da amostra biológica – no cadastro ou/e no recipiente.


  Núcleo

Núcleo de Parasitologia e Micologia – GBM/NPM

 

***Informações referentes a outras amostras não indicadas acima, por favor entrar em contato com o Laboratório de Micologia – NPM/GBM/LACEN-DF – Telefone (61) 2017-1145 (Ramal 4223)

 

***As orientações referentes a vigilância, identificação, prevenção e controle de infecções fúngicas invasivas em serviços de saúde no contexto da pandemia da COVID-19 estão descritas na NOTA TÉCNICA GVIMS/GGTES/ANVISA Nº11/2020

Laboratório Central de Saúde Pública - Governo do Distrito Federal

LACEN-DF

SGAN 601, Lote O/P - Asa Norte