Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/04/22 às 14h32 - Atualizado em 11/06/24 às 16h57

BKV – Poliomavírus humano BK

COMPARTILHAR

 

   Agravos

Poliomavírus BK (BKV)


   Cadastro TrakCare

BKV, PCR quantitativo para DNA de poliomavírus humano BK


   Cadastro LabTrak

R037


   Método

PCR em Tempo Real (Quantificação da carga viral)


   Status de Realização

Exame suspenso temporariamente


   Amostra/quantidade

Exame destinado exclusivamente à transplantados renais.

Material:

Plasma: 1 Tubo sangue total (EDTA) com 3 a 4 mL de sangue

Urina: 1 Frasco contendo mais de 1 mL de urina


   Acondicionamento para o envio das amostras

Plasma:

Temperatura: após a coleta armazenar em geladeira (2 a 8ºC) o mais rápido possível.

Envio: Imediato (as amostras podem ser mantidas em geladeira de 2 a 8°C por até 2 dias, após esse prazo devem ser congeladas à -20°C.)

 

Urina:

Temperatura: as amostras devem ser congeladas à -20°C (Em temperatura ambiente tem limite de 3 horas)

 

O transporte deverá ser realizado em caixas com gelo reciclável e devem ter sua temperatura monitorada.


   Período de coleta

Exame destinado a monitorar pacientes após transplante renal, portanto será restrito aos seguintes critérios:

– Pacientes recém transplantados e em acompanhamento periódico (definidos no parágrafo abaixo):

  • Disfunção do enxerto
  • Screening após tratamento de rejeições
  • – Pacientes em lista de espera para transplante renal que perderam enxerto prévio por nefropatia por polioma.
  • – Pacientes transplantados de medula óssea com suspeita clínica de polioma.
  • – Seguimento de pacientes transplantados com nefropatia por polioma.

 

Periodicidade para acompanhamento de transplantados renais:

Nos primeiros 3 meses posteriores ao transplante farão a dosagem de PCR para BKV uma vez por mês. Em caso do resultado negativo o paciente segue testando de 3 em 3 meses até completar 1 ano de transplantado. Se o resultado for positivo, acima de 1.000 cópias/ml o exame será repetido de 15 em 15 dias até ficar abaixo de 1.000 cópias/ml. A dosagem do segundo ano de transplante em diante será definida pela equipe médica com base nos resultados do ano anterior e avaliação clínica do paciente.


   Documentação específica

Formulário de Requisição Especifico devidamente preenchido


   Prazo de liberação

Em até 8 dias úteis


   Critérios de Rejeição de amostra

-Amostras que não se adequem aos critérios pré-determinados descritos no item: “Período da coleta” (em casos excepcionais que fujam aos critérios acima descritos a equipe solicitante deverá pedir autorização prévia ao setor, mediante contato telefônico Ramal NTE: 8311 além do envio de relatório médico com a justificativa);

-Amostras que não acompanham o Formulário de Requisição Específico do Exame ou não estejam com campos com informações sobre o Transplante devidamente preenchidos;

-Amostra não identificada ou em desacordo com a ficha;

-Tubo inadequado;

-Volume insuficiente;

-Amostras transportadas em temperaturas inadequadas;

-Amostras coaguladas, ou com presença de microcoágulos;

-Amostra de urina derramada.


   Núcleo

Núcleo de Técnicas Especiais – NTE

Laboratório Central de Saúde Pública - Governo do Distrito Federal

LACEN-DF

SGAN 601, Lote O/P - Asa Norte